Calango do Cerrado - Humberto Firmo

domingo, 14 de junho de 2009

Calangos

São um pouco diferentes
São meio pirados como toda gente.

Calangos são da lua
Emitem uivos ao anoitecer.
E vivem nas estepes.
Viram Lobos-Guará.

Calangos adoram um lago,
Subir montanhas, entrar em cachoeiras.
Estão sempre em movimento.
Fazendo arte por toda parte.

Calangos
Aguardam o próximo circular
Estão entre o 15 e o 20.
Calangos vão ao Beirute
Esticam a noite
Cantam canções de acampamentos.

Calangos
Esticam-se ao sol.

Calangos entendem
a metáfora das tesourinhas.

Calangos viajam pra Pirinópolis
Fazem fogueiras em São Jorge
Calangos vão pra Chapada.
Calangos gostam de trilhas.

Calangos olham pro céu
Sabem que não vai chover.
Calangos, guardam o pôr-do-sol,
Guardam o nascer do sol.

Calangos são Calangos
Virando gente.

(Humberto Firmo)

Nenhum comentário: